Escolha uma Página

Uma licença vitalícia de ferramenta digital é cara?

As licenças vitalícias de ferramentas digitais ficaram famosas mundialmente devido ao valor de 49 dólares e devido o cliente poder usá-las por toda a vida sem ter que pagar mais nada.

Ao longo da última década o valor das licenças vitalícias sofreu alterações, assim como as características das ofertas. Antigamente, o produto custava 49 dólares e você tinha o direito de uso de todos os recursos presentes e futuros da ferramenta. Com o surgimento de tecnologias mais caras, elevação do custo operacional das empresas e inflação foi necessário modificar a forma como as licenças eram vendidas e seus valores. Em 2019 foi possível observar valores entre 39 e 2.399 dólares, porém as ofertas partiam, em sua maioria, de 49 dólares.

Diante de uma nova realidade, os sites especializados em ofertas vitalícias desenvolveram um novo conceito: Empilhamento. Esse novo conceito permitiu manter os preços mais justos para os clientes sem penalizar o desenvolvedor. Com o sistema de empilhamento passou existir várias ofertas do mesmo produto sendo que as variações representam o empilhamento de ofertas/cupons. Antigamente existia apenas um cupom, agora você pode comprar até 10 cupons dependendo do produto. O ato de comprar mais cupons libera mais recursos para o cliente. Para simplificar, um cupom libera 4 recursos, 2 cupons liberam 8 recursos e assim sucessivamente. Um ponto importante é que o valor do cupom é o mesmo na oferta, ou seja, se um cupom custa 49 dólares, dez cupons vão custar 490 dólares.

Normalmente o que define o valor inicial de um cupom da oferta é o tipo de serviço que o produto realiza. Enquanto softwares de design/ edição de imagem pode oscilar entre 49 e 200 dólares, uma ferramenta de webinário pode oscilar de entre 99 e 2.399 dólares. Com os valores apresentados, podemos observar que streaming tem um custo operacional alto e por isso a oferta vitalícia desse tipo de produto é uma das que possuem os custos de aquisição mais elevados.

O ponto de discussão desse post é debater se uma oferta vitalícia é cara ou barata, sendo que ao longo desse texto podemos observar que não é justo comparar ofertas diferentes como uma ferramenta de streaming com a de criação de design/ edição de imagem. Visando uma avaliação justa de uma oferta vitalícia devemos comparar ofertas semelhantes juntamente com o tempo necessário para recuperar o capital investido.

A oferta vitalícia do LiveWebinar, com capacidade para 100 participantes, foi a mercado por 99 dólares enquanto do BigMarker, também com capacidade para 100 participantes, custava 499 dólares. O que justifica o valor mais alto do BigMarker é devido ser uma empresa com uma década de existência e ser líder de mercado, enquanto o LiveWebinar é uma startup.

O capital investido no BigMarker é recuperado em 6,3 meses devido o serviço de assinatura custar 79 dólares por mês. Já os recursos investidos no LiveWebinar são recuperados em 8,3 meses devido o serviço de assinatura custar 11,99 dólares por mês.

O exemplo acima mostra duas ferramentas boas, porém o BigMarker é líder de mercado e concorrente do Webinarjam que é mais conhecido no Brasil. Apesar do capital investido no BigMarker ser maior, a recuperação do investimento é mais rápida. Talvez a dificuldade em decidir seja desembolsar 99 dólares no Live Webinar ou 499 dólares no BigMarker.

Independente da sua escolha entre os dois exemplos de ferramentas de webinar, o que importa é que a partir do segundo ano você terá custo zero com a ferramenta. Isso faz com que qualquer ferramenta digital com licença vitalícia e de boa qualidade seja muito barata!

O que você achou do post sobre o custo das licenças vitalícias das ferramentas digitais? Descubra como virar um especialista em análise de ferramentas vitalícias clicando aqui!

Gostou do meu artigo? Então compartilhe-o nas suas redes sociais e disponibilize esse conteúdo aos seus amigos!

Anterior

Próximo

Copy link
Powered by Social Snap