Escolha uma Página

As Vantagens e Desvantagens das Ferramentas Digitais Vitalícias

O mercado das licenças vitalícias trouxe grande euforia para empresários, usuários, sites especializados em ofertas vitalícias e afiliados. O volume financeiro desse mercado está criando novos milionários da noite para o dia, mas na vida tudo tem um equilíbrio e a relação risco retorno sempre tende a equilibrar a equação.

Apesar de existir muitas pessoas envolvidas no processo de vendas das licenças vitalícias, todo o processo resume-se em duas extremidades: usuários e empresários que nesse caso são os desenvolvedores. Ambos enfrentam vantagens e desvantagens com esse tipo de oferta que devem ser bem analisadas, por ambas as partes, antes de qualquer decisão, ou seja, comprar o produto e criar uma oferta vitalícia respectivamente.

A principal vantagem para o usuário, que é responsável pelo sentimento de euforia, é a possibilidade de reduzir os custos operacionais fixos mensais ao comprar uma licença vitalícia. Muitas vezes a euforia é tão intensa que o usuário deixa de avaliar o principal risco desse negócio que é a falência da empresa.

A maioria das empresas que oferecem licenças vitalícias são startups e, se levarmos em consideração uma estatística Brasileira, 67% das empresas vão a falência em 5 anos. Para amenizar esse risco devemos realizar um cálculo simples: quanto tempo recupero o capital investido? Se recuperamos o capital ente 1 e 2 anos é um excelente negócio quando comparado com o custo fixo mensal da ferramenta que estamos usando ou vamos usar. Entre 3 e 4 anos o risco é moderado e acima de 5 anos o negócio não é vantajoso, exceto se for uma empresa tradicional do mercado. Empresas tradicionais lançam ferramentas vitalícias, na maioria das vezes, para fazer testes de mercado e não para capitar dinheiro.

Acompanhar o mercado de licenças vitalícias traz uma grande vantagem aos usuários por serem pioneiros no uso de novas tecnologias. Essa vantagem tem que ser muito bem avaliada, pois ratifica um dito popular: Quem chega primeiro bebe água limpa, mas pode ser boi de piranha.

Quando o usuário está realmente desenvolvendo seu empreendimento com licenças vitalícias acaba adquirindo uma grande vantagem em relação as integrações das ferramentas. Os desenvolvedores já sabem que quem compra esse tipo de produto já tem várias ferramentas vitalícias, e integrar o seu produto com ofertas passadas aumenta muito as suas vendas.

O mercado das licenças vitalícias criou uma grande oportunidade para os empresários do mundo SaaS (Software as a Service): desenvolver um produto com baixo capital e risco. Ao usar os recursos financeiros dos usuários os empresários não precisam recorrer a empréstimos bancários ou a um novo sócio, e nem injetar muito capital do próprio bolso. Na fase inicial do projeto, vai investir apenas o suficiente para criar um MVP (mínimo produto viável) e colocá-lo no mercado para captar recursos com licenças vitalícias. Esse ponto de vista é interessante no inicio do negócio ou se a empresa falir, mas, caso prospere, os usuários das licenças vitalícias serão uma despesa fixa futura, porém poderá ser diluída no número de usuários pagantes futuros.

Ter uma boa estratégia sempre será o segredo do sucesso do negócio e ter usuários com licenças vitalícias pode representar despesas para uns desenvolvedores, mas para alguns significará ganhos exponenciais futuros. Os usuários das licenças vitalícias são, na maioria das vezes, os primeiros clientes da empresa, ou seja, são os testadores do produto. Isso vai economizar capital que seria gasto contratando funcionários para testar o produto quem nem entendem a importância da ferramenta: são apenas identificadores de erros de programação. Enquanto os usuários das licenças vitalícias, além de identificar os problemas são capazes de dá sugestões valiosas para aperfeiçoar o produto.

Streaming de vídeo, integradores de software e construtores de site são alguns exemplos de categorias de ferramentas digitais que têm um custo operacional elevado. Ao vender licenças vitalícias desse tipo de produto significa assumir um grande risco operacional, mas as estatísticas dos sites especializados em venda de ofertas vitalícias falam que apenas 30% dos compradores usam suas licenças.

Ao disponibilizar uma oferta vitalícia os desenvolvedores tem risco de manchar o nome de sua empresa caso não corresponda com as expectativas dos usuários, que são muitos espalhados em todo planeta. Agora, ser realizar um trabalho bem-feito, além de divulgar a empresa nas mais diversas partes do mudo, vai construir autoridade e prova social em volta da marca que irá possibilitar construir uma grande base de clientes rapidamente.

À medida que esse novo mercado vai crescendo conseguimos perceber mais vantagens e desvantagens para usuários e desenvolvedores. Por isso, devemos manter a nossa capacidade de aprender, desaprender e reaprender rapidamente para seguirmos no mercado.

Gostou do meu artigo sobre as vantagens e desvantagens das ferramentas digitais vitalícias? Então compartilhe-o nas suas redes socias e disponibilize esse conteúdo aos seus amigos!

Caso queira saber mais sobre ferramentas digitais vitalícias clique aqui!

Anterior

Próximo

Copy link
Powered by Social Snap